Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Errante

"Por mais soberana que a a minha mente se torne, o meu coração será para sempre vagabundo"

04
Fev15

aleatoridade

anpatriciaa

 Acredito que se lançassemos um dado de uma altura fixa, com a mesma velocidade, o mesmo balanço, com condições aéreas fixas, e o deixassemos cair no mesmo local da superfície, esta fixa em todas as suas características (densidade, elasticidade, etc...), este cairia sempre com a mesma fase. O que nós consideramos aleatório, apenas o é pela nossa incapacidade de conhecer e controlar todas as variáveis. Não há acaso, não há aleatoridade no seu sentido maior, tudo acontece por uma razão, razão esta superior a tudo o que alguma vez seremos, é pura matemática a essência que contitui o "nosso" universo.

08
Ago14

Obtenção de som a partir de video (ESPECTACULAR!)

anpatriciaa


 E a seguir a um bom filme, partilho um video muito interessante e ao mesmo tempo acessível. Como se sabe, as ondas sonoras ao passarem pelos objectos fazem com que estes vibrem, ora, estudando essas vibrações, invisíveis a olho nu, consegue-se descodificar os sons que as fizeram vibrar! Há com certeza, toda uma esfera de aplicabilidade deste conhecimento! Estou absolutamente fascinada.
28
Out13

:)

anpatriciaa

 Passei a manhã a tentar estudar fármaco, é tão difícil! Entretanto comecei a ouvir uma gravação que alguém havia gravado da prof., mas que fixe! Dá para ouvir e voltar a ouvir as partes mais importantes, dá para relembrar aqueles toques de lógica que os livros falham em transmitir, a forma de unir os pontos que são a teoria. De repente, eram 11 horas. Planeava baldar-me às teóricas de manhã, mas a aula das 12h era de SNA, a tal matéria de farmacologia que me anda a dar voltas à cabeça, decidi ir e gravar eu a aula, não vá a pessoa que gravou as anteriores não o fazer desta vez... Bem, cheguei 10 minutos atrasada, porta barrada, damn! Ia estudar para o aquário, mas estava demasiado cheio e quente, então fui para a biblioteca do 6º piso (desta vez fui de elevador, evitei os 132 degraus xD). Quanto cheguei, constatei que me havia esquecido dos fones, damn, outra vez! Estudo estragado, não me apetece ler mais o livro nem as sebentas. Fui perguntar ao senhor da biblioteca se alugavam fones, ele riu-se e disse que nunca tinha pensado em investir nisso, mas que parecia uma boa ideia. Agradeci e fui sentar-me, passado um pouco ele veio ter comigo com uns fones já antigos, e pediu-me pra ver se funcionavam. Voilá, servem perfeitamente a sua função. Fiquei feliz, o senhor foi muito querido. Lembrei-me de Santiago, um episodio semelhante aconteceu-me com o senhor lá da biblioteca da USC- medicina. Fiquei com saudades, foi um bom ano. Ocorreu-me que daqui a uns anos a cara desse senhor de Santiago se apagará da minha memória. Uma cara que eu tão bem conhecia, por vê-lo praticamente todos os dias, entre um olá ao inicio da tarde e um adeus aquando do fecho da biblioteca às 21h30...

 

fotografias: ano passado em Santiago de Compostela (aii, a saudade!)

29
Jun13

o cheiro da relva acabadinha de cortar...

anpatriciaa

 

"The next time you’re enjoying the fragrance of freshly mowed grass, remember that you’re actually smelling the distress call of all of those individual plants.

A group of scientists were studying wild tobacco plants when they noticed a caterpillar eating some of the leaves. Shortly after, a predatory insect came to eat the caterpillar. The scientists eventually determined that the predatory plant responded to the odor of cut leaf and came to find the caterpillar responsible for eating it. While some plants develop a natural pesticide to keep pests away, this adaptation is pretty brilliant. It allows the plant to have protection against predators without allowing the predators develop resistance to a pesticide."


source: I fucking love science

30
Mai12

tenho um novo ídolo

anpatriciaa

 

 

"A ciência é um processo social. Decorre numa escala temporal mais longa do que a vida humana. Caso eu morra, alguém ocupará o meu lugar. Se tu morreres, alguém ocupará o teu. O que realmente é importante é que alguém faça o trabalho." (Alfred Wegener, pouco antes da sua morte) Wegener demonstrou que o clima e as litologias coincidiam mesmo separados pelos oceanos. Depois de encontrar vestígios de fetos arbóreos tropicais na ilha, verificou que os continentes se tinham deslocado. Mas ele não sabia por que razão os continentes se moviam e, a princípio, os geólogos, especialmente os norte-americanos, desprezaram as suas ideias. Eles só se convenceram quando se descobriu que rochas magnéticas de idades diferentes apontavam para direções diferentes e não apenas para o polo norte magnético. A melhor explicação para essas variações era o movimento dos continentes.

 

A sua última expedição à Gronelândia ocorreu em 1930. Nela, ao regressar de uma expedição de salvamento que levou alimentos a um grupo de seus colegas acampados num local remoto, morreu de hipotermia um dia ou dois após o seu quinquagésimo aniversário.

 

 

Parte das pessoas que souberam da teoria apoiaram Wegener, e parte não. Alguns riam e faziam piadas. Mas Wegener declarou que não se importava: "Poucas pessoas podem ter acreditado, e muitas não. Mas essas pessoas não importam. O que importa é que o mundo já se juntou, e daqui a milhões de anos se juntará novamente, formando outra pangeia."

 

(Tudo retirado da Wikipédia, quando acabar a época de exames dedicar-me-ei a uma pesquisa mais elaborada sobre este grande senhor).

20
Jul11

Para Gregor Mendel,

anpatriciaa

 Parabéns, "Pai da Genética", já que o conhecimento que a humanidade tem da transmissão das características hereditárias começou contigo e com as tuas conhecidas experiências com ervilheiras. Pode-se, então, dizer que é graças a ti que podemos saber, por exemplo, a probabilidade de "pelo menos um dos  três filhos do João e da Maria ter olhos azuis, sabendo que João tem olhos azuis e Maria castanhos, que o pai de João os tem azuis, a mãe castanhos, ambos os pais de Maria castanhos e o irmão desta azuis".

 

 

(Gregor Mendel)

Breve aula de Biologia:

 

- A Genética é o ramo da ciência que se dedica ao estudo da hereditariedade, isto é, da transmissão de características de uma geração para as seguintes.

- Mendel estudou a transmissão das características hereditárias em ervilheiras (Pisum savatium), escolheu estas plantas porque reúnem um conjunto de características que se adequavam ao trabalho que ele pretendia desenvolver (apresentam um conjunto de características bem diferenciadas e constantes, cultivam-se facilmente e tanto a auto polinização como a polinização cruzada são possíveis).

-Mendel desenvolveu duas leis : A 1ª é a Lei da Segregação Factorial, que afirma que quando um organismo produz gâmetas, os alelos são separados de tal forma que cada gâmeta recebe apenas um dos elementos de cada par de alelos, a 2ª é a Lei da Segregação Independente, afirmando que durante a formação dos gâmetas, genes de diferentes alelos são separados de forma independente dos alelos de outro gene.

- Por fim (e muito interessante, na minha opinião!) sabe-se que Mendel enviou uma carta a Darwin, contendo os resultados das suas experiências. No entanto, este terá ignorado as informações de Mendel. O mais irónico/engraçado é que a teoria da evolução de Darwin, "Teoria Darwinista" não está totalmente correcta já que este não consegui esclarecer quais os mecanismos responsáveis pelas variações verificadas nas espécies, nem o modo como essas variações se transmitem de geração em geração.

 Uma importante lição a reter: por mais conhecimento e influência que tenhamos, a humildade é sempre uma característica vantajosa, é sempre bom termos consciência de que não somos possuidores de todos os conhecimentos e que haverá sempre algo a aprender com os outros. Em 1942 apareceu uma nova teoria denominada Teoria sintética da evolução, também chamada Neodarwinismo que unifica os conhecimentos do Darwinismo e genética. 

 

Fonte de Imagem:http://www.shockya.com/news/2011/07/19/happy-birthday-gregor-mendel-from-google-doodle/

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D