Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Errante

"Por mais soberana que a a minha mente se torne, o meu coração será para sempre vagabundo"

04
Jun17

Ramblings e inspirações

anpatriciaa

 Estava na net a resolver perguntas que saíram nos últimos anos no exame da especialidade. Numa pergunta (que era muito fácil e direta) estavam estes dois comentários:

 

exame especialidade.JPG

Adorei. Porque li o primeiro e pensei "mesmo...", e depois li o segundo e... Mudança de paradigma! Tem toda a razão! De nada ajuda ser só perguntas fáceis, porque o que interessa não é o valor absoluto da nota que tiramos, mas em que lugar ficamos, em comparação com todas as outras pessoas que fazem o exame no mesmo ano que nós. 

 Não é só nesta situação em que este pensamento se aplica. Lembrou-me esta frase: 

maxresdefault.jpg

 Concordo mesmo com este ponto de vista. São os desafios, são as dificuldades que conseguimos transgredir, são os sacrifícios que fazemos para um bem maior, que no fim fazem tudo valer a pena. 

Dito isto: Bring it on!!

 (mas... em relação ao humilde exame de Medicina II que vou ter daqui a 1 semana: algumas perguntinhas fáceis... please.. Let's not get to crazy :P)

12
Ago13

Alguns planos para o meu futuro....

anpatriciaa

1) Este mês divertir-me muuuuuito quando for na minha road trip com o P.  ♥


 

 

2) Em Setembro vou mudar de casa com 2 raparigas, tendo no ano passado vivido sozinha vai ser a minha primeira vez a partilhar casa. Espero que seja uma experiência enriquecedora!

 

 

3) Em Setembro vou começar a tirar a carta, planeio fazer o código antes do Natal, fazer uma pausa de 2 meses para me concentrar nos exames e depois tirar a condução. No Verão espero já poder dar umas voltinhas no carrinho do papá... Como será que vou conduzir? Sou tão trapalhona, espero que por milagre tenha um talento inato! * Get off the streets bitches!* 

 

 

4) Estudar muuuuuuuuuuuuuuuuuito. A ver se consigo subir a minha média para 8. (8.5 era perfeito mas é quase um sonho impossivel xD)

 

 

5) No 4º ano fazer Erasmus para Alemanha! (Já estou entusiasmada e ainda faltam 2 anos!)

 

 

 

Obs: Nenhuma das imagens é da minha autoria.

 

27
Mai13

sou mesmo uma namorada fixe

anpatriciaa
"O meu amor por ti cresce de forma exponencial em função do nº de horas que estudas." -> 1ª função que deves representar no gráfico 1.

"O meu amor por ti cresce de forma logaritmica (base 10) em função do nº de coisas fofinhas que fazes por mim." -> 2ª função que deves representar no gráfico 2

(A ÚNICA dificuldade na representação destes gráficos é saber o que representar no eixo das abcissas e o que representar no eixo das ordenadas. Para tal tens que ter em mente que no eixo y se representa a VARIÁVEL DEPENDENTE e no eixo dos x a VARIÁVEL INDEPENDENTE.)

pergunta 1. Qual é a forma + rápida de fazeres o meu amor por ti crescer, sendo fofinho ou estudando matemática?
pergunta 2. Qual é o limite, quando x-> +oo do meu amor por ti quando estudas matemática. 

pergunta 3. E quando és fofinho?
pergunta 4. Qual é lim x->0 do meu amor por ti quando estudas matemática?
pergunta 5. Calcula as assimptotas do gráfico que representa o meu amor por ti em função das coisas fofinhas que fazes por mim.

30
Jan12

insónias

anpatriciaa

 Ontem demorei 5 horas a conseguir adormecer, sinto-me doente, física e psicologicamente, tenho a cabeça pesada e sinto-me ligeiramente atormentada, isto tinha logo que acontecer na véspera dos exames... Gostava de compreender é que estou assim. De qualquer forma, vou arrastar-me para a biblioteca, au revoir.

 

(Imagem retirada da Internet)

 

 

 

 

 

24
Jan12

o pior adjectivo

anpatriciaa

Não estou satisfeita com a minha vida académica, os exames estão-me a correr pessimamente, embora tenha andado a estudar razoavelmente. Sim, as minhas palavras incriminam-me de imediato, "razoavelmente não chega", dirá quem ler, "a universidade não é o secundário, para alcançar bons resultados, não te podes ficar por ler uma sebenta ou resumos, tens que ter sede do conhecimento, querer saber porquê, como, quando, onde."

Sento-me numa cadeira do auditório, abro o molho de folhas que se encontra a minha frente, leio a primeira questão, faço uma tímido circulo em torno de uma alínea e passo para a próxima, não sei a resposta, faço um ponto de exclamação gigante ao seu lado, que contém em si todo o o desespero, descrença e desilusão que sinto face a mim mesma, "não estudaste o suficiente. É bem feita.", penso para mim. Enquanto volto a pé para casa penso "Mereço os resultados que obtenho, colho o que semeio" e neste caso, semeei mediocridade. Será esta a palavra que melhor representa a imagem que de mim mesma tenho: medíocre, e devo dizer que tal é muito, mas muito triste.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D