Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Errante

"Por mais soberana que a a minha mente se torne, o meu coração será para sempre vagabundo"

04
Jun17

Ramblings e inspirações

anpatriciaa

 Estava na net a resolver perguntas que saíram nos últimos anos no exame da especialidade. Numa pergunta (que era muito fácil e direta) estavam estes dois comentários:

 

exame especialidade.JPG

Adorei. Porque li o primeiro e pensei "mesmo...", e depois li o segundo e... Mudança de paradigma! Tem toda a razão! De nada ajuda ser só perguntas fáceis, porque o que interessa não é o valor absoluto da nota que tiramos, mas em que lugar ficamos, em comparação com todas as outras pessoas que fazem o exame no mesmo ano que nós. 

 Não é só nesta situação em que este pensamento se aplica. Lembrou-me esta frase: 

maxresdefault.jpg

 Concordo mesmo com este ponto de vista. São os desafios, são as dificuldades que conseguimos transgredir, são os sacrifícios que fazemos para um bem maior, que no fim fazem tudo valer a pena. 

Dito isto: Bring it on!!

 (mas... em relação ao humilde exame de Medicina II que vou ter daqui a 1 semana: algumas perguntinhas fáceis... please.. Let's not get to crazy :P)

11
Mai17

Hipocaliémia for dummies

anpatriciaa
  • Há mais potássio dentro das células que fora. 
  • As células são negativas e fora é positivo.
  • O potencial das células é negativo -> esta ainda não entendi bem. Tenho andado só a decorar...
  • Para haver despolarização, as células têm que ficar positivas

 

  • O potássio tem gradiente de concentração a puxa-lo pra fora (porque vai de onde há mais para onde há menos e o gradiente elétrico a puxa-lo pra dentro (porque o potássio é positivo e dentro da célula é negativo e cargas opostas atraem-se) - logo, mesmo que os canais de potassio se abrissem o potássio não saia até haver = concentração de potássio dentro e fora da célula
  • Se diminuirmos o potássio (hipocaliemia-> no sangue -> fora das células): O potássio vai sair mais das células porque o gradiente de concentração é maior -> Se o potássio saiu das células, sendo a célula negativa e sendo o potássio positivo -> Célula fica mais negativa -> É mais difícil despolarizar -> Membrana estabilizada.
  • + difícil despolarizar-> Leva a depressão generalizada dos músculos e sistema nervoso: Fraqueza muscular. Menos mobilidade GI. BRADICARDIA.

 

 

bibliografia fácil e perceptível: http://antranik.org/what-is-hypokalemia/

31
Jan15

Atualizações da minha vida

anpatriciaa

 Soube hoje que fui seleccionada para o projeto Twinning, vou a Atenas!! Yeyyyy!! Estou super feliz, espero que seja uma experiência muito positiva! =)

 Fora isso, continuo em época de exames, faltam-me dois exames em primeira fase e depois, se tiver coragem, queria fazer também dois na segunda fase, porque não estou satisfeita com as minhas notas, e principalmente com o meu conhecimento das disciplinas, pelo que devo aproveitar a oportunidade (e sacrificar a minha tão desejada semana de férias) para step up my game.

 

areXdLB_460s.jpg

 

22
Dez14

"Estamos a destruir a expetativa"

anpatriciaa

"Aquilo que estes autores vêm dizer é que se calhar não é bem assim como estávamos a pensar e se calhar muito do prazer que temos com o consumir de substâncias como o álcool não tem a ver com o gostar, não tem a ver com o consumir, mas tem a ver com o pensar em consumir, tem a ver com o desejo, com a expectativa (gostar é diferente de desejar). O que eles verificaram é que partindo do primeiro consumo, a nossa parte do gostar em termos do prazer vai diminuindo, ou seja, através de fenómenos de tolerância, quando repetimos os consumos, o gostar vai diminuindo. O que vai aumentando é o processo de condicionamento e a expectativa. Isto quer dizer que provavelmente todas estas áreas são estimuladas quando o paciente alcoólico caminha para o bar e sabe que vai beber, ou quando o toxicodependente prepara o garrote para se injectar, mais do que a própria substância no organismo. Por exemplo, acontece-vos isso quando combinam algo com os vossos colegas, e a expectativa da própria festa que vocês têm programada vos deu mais gozo do que quando estiveram lá. Este é o poder da expectativa. Nós em termos de sociedade de consumo, pensem nisto, estamos a destruir a expectativa. Hoje ninguém tem paciência para esperar, porque querem é ter as coisas logo. Ao destruir a expectativa estamos a destruir o prazer. Estamos a evoluir e transformar a sociedade através do paradigma do consumo toxicodependente, que é o mínimo custo e o máximo do benefício em termos do prazer. Mínimo custo que é adquirir a substância e o prazer máximo. É o esforço de obter que dá o prazer, dizem estes autores, e se eles estiverem correctos, nós estamos gradualmente e a passos largos a destruir a nossa capacidade de sentir prazer."

ism.png

(retirado das desgravadas das aulas de ISM, 3º ano FMUL, Prof. Dr. Samuel Pombo)
gráfico: The neural basis of drug craving: an incentive sensitiation theory of addiction. Robinson  T., Berridge, K. Brain Research Reviews, I8 (1993) 247-291

 

 

 

04
Out14

Sabiam que...

anpatriciaa

Quando chega às urgências um jovem que teve um infarto do miocárdio, há sempre que suspeitar do consumo de cocaína?

... E que os diabéticos têm infartos sem dor?

 

E agora, fora de contexto, que quando se dá penicilina a um paciente que tem mononucleose (já que devido às queixas de odinofagia e febre aparenta ser uma amigdalite) este pode desenvolver uma reação cutânea tipo rash? (Bem, o que interessa é chegar-se ao diagnóstico... Esta parece uma pró doctor House.)

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D