Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Errante

"Por mais soberana que a a minha mente se torne, o meu coração será para sempre vagabundo"

02
Jul13

Nas paredes de minha casa...

anpatriciaa

2009-2011

 

2011-2012

 

2012-2013

 

 

O meu favorito é o actual. O mais curioso é que isto não foi propositado, algo me diz que gosto de autocolantes com um casal a dar um beijinho com corações a pairar no ar. Sou mesmo panasca... 

 

(Decerto que poderia encontrar uma fotografia melhor do primeiro, mas de momento não me apetece mergulhar no mar infindável dos meus registos fotográficos... ui, tão bem que isto soou!)

12
Nov09

i love you like certain dark things are to be loved, in secret, between the shadow and the soul

anpatriciaa

 

Sinto-me a mesma pessoa de sempre.

 Sempre ouvi as pessoas dizer "mudei, já não sou quem era", não sei, mas eu não sou assim!

Claro, sinto que vou crescendo e amadurecendo, aprendo, evoluo, mas cá dentro ainda sinto que sou aquela rapariga que achava que era ninja, que ia brincar no rio, que usava camisolas xxxl, leggins e ténis da nike sem atacadores porque achava fixe, que fechava-se na casa de banho porque tinha vergonha de dançar com o Fábio,  e que "amava loucamente" o Diogo.

 Todas as coisas que fiz, mesmo as de que não me orgulho ainda têm uma ligação comigo, ou seja, ainda me identifico com essa miúda, de 8, 11 ou 15 anos, entendo a razão das minhas acções, entendo os problemas, e as escolhas, mesmo que hoje não as fizesse.

 Enfim, com isto quero dizer que me mantenho fiel a mim própria, que sou assim, sempre fui e provavelmente sempre serei, uma mudança aqui, outra ali, mas acho que mesmo com noventa anos de idade, vou continuar a dar gritos histéricos, ler poemas, ter uma "dificuldade" com relações amorosas/sentimentos e sonhar com uma vida futura, com uma viagem, com um amor.

Relembrar quem sou... Eu sou eu, eu sou a musica que fica na memoria durante horas, sou o ar que nos rodeia, sou o sabor do mar. Sempre o fui e sempre o serei.

Todas as lutas que não ganhei.

 Todas as lágrimas que derramei.

 Fizeram-me cansada,

 Mas não me arrependi, de nada.

btw, adoooro a minha cao *-*

(adoro as minhas memorias de infância ahah)

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D